X





Dia do agricultor: profissional essencial para o Brasil

*Henrique Mazzardo 

 

Neste dia 28 de julho comemora-se o Dia do Agricultor, uma data que é importante para o Brasil. Não apenas por conta do aspecto econômico, mas também pelo viés social, já que a agricultura está no dia a dia de todos. Pode ser que as pessoas nem percebam ou não entendam a importância deste profissional, mas grande parte dos alimentos que estão na mesa do brasileiro passou pelas mãos de um agricultor. 

 

Só que a agricultura vai muito além do alimento, também produz matéria-prima para inúmeros insumos que são utilizados diariamente. Como por exemplo, o etanol, que vem da cana-de-açúcar ou do milho. Assim também como o papel, a borracha e o lápis utilizados em escritórios e escolas surgem do manejo de árvores. As roupas que são feitas de algodão, a madeira dos móveis. Em resumo, para onde se olha é possível ver produtos que dependem desta atividade para se tornarem acessíveis ao consumidor.   

 

A data, instituída em 1960 pelo então presidente Juscelino Kubitschek, foi criada para comemorar os 100 anos da criação do Ministério da Agricultura pelo imperador D. Pedro II. E ao longo desses 162 anos muita coisa mudou. O campo hoje é muito mais tecnológico e eficiente, o que permite que o desenvolvimento ocorra em sintonia com a preservação. A produção é mais do que nunca sustentável e, por isso, é preciso enaltecer esse trabalho, que buscou evoluir e atender aos anseios ambientais.   

 

Mesmo diante de muitas dificuldades e desafios, esses trabalhadores acordam cedo para produzir o alimento ou as matérias-primas necessárias para a manutenção do nosso país. E foi nessa trajetória do setor que a Fiagril se alinhou e há 35 anos atua no mercado, sempre caminhando ao lado do agricultor. Por isso, não podemos deixar de homenagear o homem do campo. E o que não falta são motivos para celebrar este momento, que passam inclusive pelos ganhos econômicos que o setor agrícola vem tendo safra após safra.   

 

A agricultura brasileira é um excelente exportador, e em 2021, mesmo diante da crise enfrentada pela pandemia da covid-19, o PIB do agro cresceu 8,36%. Diante do bom desempenho do PIB agregado do agronegócio naquele ano, o setor alcançou participação de 27,4% no PIB brasileiro, o maior desde 2004 (quando foi de 27,53%). Segundo pesquisadores do Cepea, os segmentos primário e de insumos se destacaram em 2021, com aumentos de 17,52% e 52,63%, respectivamente.  

 

Os agricultores vivenciaram grandes incertezas no final de 2021 e início de 2022, em razão da escassez generalizada de insumos por conta de problemas na cadeia de suprimentos da indústria e pela guerra entre Rússia e Ucrânia. Para superar estes problemas a Fiagril aumentou exponencialmente as importações diretas e antecipou embarques, estratégia essa que se mostrou bem-sucedida. Graças a esses movimentos, todos os clientes foram atendidos no tempo certo e conseguiram realizar suas operações nas lavouras.   

 

O sucesso do agricultor significa também o sucesso da empresa. Com grande empenho do nosso time, ampliamos nossa base de clientes, consolidamos duas filiais no Tocantins, abrimos mais uma unidade no município mato-grossense de Alta Floresta e nos consolidamos como um dos cinco maiores players do setor atualmente.  

 

Todas estas conquistas somente são possíveis devido à confiança dos agricultores na nossa empresa. Então neste dia 28 de julho, no Dia do Agricultor, a Fiagril festeja, mas também quer aproveitar para agradecer por tudo que conseguimos em conjunto construir até aqui. Essa é uma história de sucesso, parceria, credibilidade e responsabilidade. 

 

Nosso muito obrigado a você, agricultor! Você é essencial para o Brasil!  

 

*Henrique Mazzardo é CEO da Fiagril